quarta-feira, 18 de junho de 2008

Prato atípico



Para marcar os 100 anos da imigração japonesa, celebrada hoje (data da chegada do navio Kasato Maru, transportando 165 famílias, após 2 meses de viagem) a Globo mostrou nos últimos dias uma série de reportagens sobre algumas peculiaridades culturais daquele povo. A utilização dos 5 sentidos na degustação das refeições, por exemplo, seria uma das razões para a longevidade dos japoneses, que vivem cerca de dez anos a mais que os brasileiros.

Ao preparar uma receita para o Jornal Hoje, a entrevistada de Sandra Annemberg esclarece que os hábitos alimentares no Japão são muito mais saudáveis porque os japoneses, além de se servirem uma única vez, "comem mais peixe do que carne".

De fato, cara-pálida, trata-se de um costume de difícil assimilação para nós, ocidentais. Será que os peixes nipônicos são considerados "frutos" do mar e sua parte comestível, polpa?

3 comentários:

Lívio disse...

Manoel, isso me lembra aqueles "vegetarianos" que dizem que comem peixe.

Manoel Almeida disse...

Taí uma boa explicação, cara-pálida. Devem classificar os peixes como pertencentes ao reino vegetal!

Frederico de Sousa disse...

Bela observação, Manolo.